terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Icones dos anos 80 fazem amigo secreto no Programa

O ultimo programa Geração da temporada 2012 foi bem especial,os apresentadores Ricky Colavitto e Fausto Fasan reuniu icones dos anos 80,pra uma divertida confraterniazação,fazendo o famoso amigo secreto:
-willie de Oliveira(ex rádio taxi)
-Alex Gill(ex Polegar)
-Luciano Nassyn(ex trem da alegria)
-Nelson Machado(dublador)
-João Kleber(apresentador)

Vejam os videos em 2 partes:


terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Relembre a Bozomania dos anos 80


No dia 12/11/12 que tambem foi comemorado o dia do Palhaço,o programa Geração relembrou o grande sucesso dos anos 80 que foi o Programa do Bozo.Alem de relembrar o personagem,alguns atores passaram no microfone do programa ,Arlindo Barreto que falou sobre a dificuldade de fazer ao vivo,Luis Ricardo que contou historias classicas do 236 0873 e Marcos Pagé que fez a maquiagem do Bozo pro nosso programa,vejam as 2 partes do programa abaixo e volte a ser criança:



sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Vem ai o amigo secreto do programa Geração!!

Vem ai o amigo secreto anos 80 do Programa Geracao vejam o sorteio com Willie de Oliveira,Luciano Nassyn ,Nelson Machado,Alex Gill Polegar,Joao Kleber,Ricky Colavitto e Fausto Fasan ,A entrega dos presentes sera ao vivo no programa Geração do dia 17/12 as 19:00 no www.tvgeracaoz.com.br.

Vejam o video dos sorteios:

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Bagunça bem armada:Ovelha,Nelson Machado e Alex Gill dão show no Programa Geração

O cantor Ovelha esteve no Programa Geração de 3/12/12,e de surpresa o amigo Alex Gill foi prestigiar,alem do anuncio novo do Programa "Vozes" de Nelson Machado na Tv Geração Z,tudo isso voce ve no link abaixo:






terça-feira, 27 de novembro de 2012

Ex repórter do CQC de Portugal fala como era os anos 80 em seu país

O humorista portugues Joao Pedro(o patricio) apresentador do programa de viagens da tv Geração Z, e ex reporter do extinto CQC de Portugal esteve no Programa Geração e mostrou como era a cultura de Portugal nos anos 80 veja os videos:

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Banda Velhas virgens e whisky & piranha debatem sobre rock atual no Programa Geração

Paulao de Carvalho e Cavalo da banda Velhas virgens estiveram no Programa Geração junto com a rapaziada da Banda Whisky & Piranha e falaram de muito rock rool vejam os videos:





terça-feira, 13 de novembro de 2012

Vejam,musicas dos anos 80 que eram versoes!!!

No programa Geração do dia 12/11/12 os apresentadores Ricky Colavitto e Fausto Fasan,mostram musicas que fizeram sucesso no Brasil dos anos 8o,mas na verdade eram versoes:

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Luciano Nassyn lança EP"satelite" no Programa Geração

O cantor Luciano Nassyn esteve no Programa Geração de 29/10/12 pra mostrar seu novo trabalho "Satelite",Vejam os videos:




Gugu compra os direitos do programa "Qual é a musica?"



Gugu vai usar uma formula que deu certo durante anos na mao do ex patrão Silvio Santos ele acaba de adquirir o Programa "Qual é a musica?
Silvio apresentou o “Qual é a Música?” durante 15 anos ininterruptos. No começo da década de 90, ele tirou a atração do ar. Em 1999, a produção retornou à grade do SBT, onde permaneceu por mais alguns anos.Em 2011, o contrato de Silvio com a produtora Sandy Frank expirou e a turma do Anhanguera não quis renovar a parceria. Gugu viu o formato dando sopa na última edição da Mipcom, feira internacional de audiovisual realizada no início do mês em Cannes, foi lá e fechou acordo.
A estreia está programada para novembro ou dezembro.



sábado, 27 de outubro de 2012

Morre a atriz Regina Dourado

Morreu no início da tarde deste sábado, 27, a atriz Regina Dourado. Ela perdeu a batalha contra um câncer. A informação foi confirmada ao EGO por Oscar Dourado, irmão dela: "Ela faleceu agora há pouco", limitou-se a dizer por telefone.
Ela estava internada desde o dia 20 de outubro no hospital Português da Bahia, em Salvador. Em 2003, Regina foi diagnosticada com um câncer na mama direita. Cerca de sete anos depois, o seio esquerdo também foi comprometido. A doença evoluiu e a atriz teve sua medula óssea e outros órgãos atingidos, o que foi decisivo para a suspensão das sessões de quimioterapia, já que seu estado de saúde passou a ser considerado terminal.



Assim que soube da notícia, a novelista Glória Perez - autora da novela "Salve Jorge" - se manifestou em seu Twitter: "Perdemos a Regina Dourado. Sábado triste". Nívea Stelmann lamentou a morte de Regina no microblog: "Que notícia!!! Triste mesmo". A atriz Antonia Fontenelle também escreveu na rede social: "Que Deus a tenha, amava a Regina'
Regina deixa apenas um filho, Leonardo Dourado, de 28 anos.
Regina começou a carreira artística com 15 anos na Companhia Baiana da Comédia, em sua cidade natal, Salvador. Como o espaço na área era pequeno na Bahia, a atriz seguiu para o Rio de Janeiro dez anos depois. Já em solo carioca, ela fez sua estreia na TV Globo na minissérie “A Morte e a Morte de Quincas Berro D`água” (1978). Na teledramaturgia, participou da novela “Pai Herói” (1978). Depois disso, integrou o elenco da minissérie “O Pagador de Promessas” (1988), de Dias Gomes, além das tramas “Roque Santeiro “(1985), “Felicidade” (1991), “Renascer” (1993) e “Explode Coração” (1995). Na Globo, Regina encerrou os trabalhos em “América” (2005), quando interpretou Graça, a mulher do fofoqueiro Gomes (Walter Breda).
Sua carreira no cinema é marcada por atuações nos filmes “Corisco & Dadá” (1996), de
Rosemberg Cariry, “No Coração dos Deuses” (1999), de Geraldo Moraes, “Espelho d'Água - Uma Viagem no Rio São Francisco” (2004), de Marcus Vinícius Cesar.
Seu último trabalho na TV foi em 2008 na novela “Mutantes - Caminhos do Coração”, da
Record, quando interpretou Altina. Na mesma emissora, ela esteve no elenco da novela “Bicho do Mato” (2007).



segunda-feira, 22 de outubro de 2012

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Willie de Oliveira(ex radio taxi,KGB) relembra hits dos anos 80


O cantor Willie de Oliveira esteve no Programa Geração junto com Ricky Colavitto e Fausto Fasan e relembro hits que marcaram sua carreira desde o tuti fruti,radio tax e KGB:

vejam abaixo a entrevista:



sábado, 13 de outubro de 2012

Morre o grande diretor Wilton Franco

Um dos maiores diretores da TV brasileira, WILTON FRANCO trabalhou nas principais emissoras: Excelsior, Record, Tupi, Globo, Bandeirantes e SBT ao longo de aproximadamente 40 anos. 
 Entre suas criações estão “Essa Gente Inocente”, “Os Adoráveis Trapalhões” (rebatizado para “Os Insociáveis” e “Os Trapalhões” uns anos mais tarde), “Aqui e Agora”, que deu origem ao “O Povo na TV”, “Programa Sérgio Mallandro” e “Dedé & O Comando Maluco”.
Wilton Franco dirigiu também programas como “Hoje é Sábado”, “Enshowclopédia” e “Moacyr Franco Show”, com quem trabalharia, em 2000, no SBT, em “Pequenos Brlhantes”. E apresentou uma atração, o “Wilton Franco Show”, na Band, em meados dos anos 80. Wilton chegou a gravar um disco dedicado à Virgem Maria.
Atualmente, Wilton trabalhava no parque Beto Carrero World. Wilton Franco tinha 82 anos e morreu de parada cardiorrespiratória, após sentir-se mal, na cidade de Penha (SC), onde morava.

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Relembre programas infantil e brinquedo dos anos 80 com Palhaço Xibum

Na semana do dia das crianças o Programa Geração relembrou brinquedos e programas infantil dos anos 80,e teve presença dos comentarios do Palhaço Xibum revejam aqui:



segunda-feira, 1 de outubro de 2012

RPM celebra retorno e temporada de sucesso no Programa Geração

O guitarrista Fernando Deluqui e o baterista P.A foram no programa Geração e contaram sobre a fase atual "Elektra" vejam os videos abaixo:

sábado, 29 de setembro de 2012

Morre Hebe Camargo





A apresentadora Hebe Camargo morreu na manhã deste sábado (29), aos 83 anos, após sofrer uma parada cardíaca em sua casa, no Morumbi, em São Paulo. Hebe lutava contra um câncer no peritônio, diagnosticado em janeiro 2010.



A saúde de Hebe se agravou nos últimos seis meses. Em março, ela passou por uma cirurgia de emergência para a retirada de um tumor no intestino, em junho ela precisou retirar a vesícula. Um mês depois, Hebe não estava conseguindo se alimentar adequadamente e ficou cinco dias internada para um tratamento de suporte nutricional e metabólico. O mesmo aconteceu em agosto.



A última emissora de Hebe foi a Rede TV!, onde ficou contratada 2011 até agosto de 2012. Este ano, ela apresentou dez programas inéditos na emissora. O último “Hebe” inédito foi ao ar foi no dia 19 de junho. Desde então, devido ao afastamento de Hebe por conta da doença, foram exibidas reprises, sempre às terças, às 22h30.



sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Morre um do primeiros "Trapalhões"

Mario Marino, conhecido como Ted Boy Marino, um dos astros do telecath brasileiro na década de 1960, será enterrado às 10h desta sexta-feira (28), no cemitério São João Batista, em Botafogo, Zona Sul do Rio. Por volta das 8h, amigos que já haviam chegado ao velório lembraram com carinho do artista.
"Ele gostava era de comer. Quando viajei, me pediu pra trazer uma dobradinha pra ele, mesmo fazendo hemodiálise. Ele adoeceu por bobagem, ele era diabético e comia um monte de bobagem. Achei que ia ta lotado, pelo seu prestígio, mas que os amigos já morreram todos. Se não tivesse adoecido, iria pro Sul e já tinha me chamado pra comer um churrasco", disse Adílio Maschio, amigo de Ted há 25 anos.

Ted Boy Marino morreu nesta quinta-feira (27), aos 73 anos, durante uma cirurgia emergencial no Hospital Pró-Cardíaco, em Botafogo, na Zona Sul.
Segundo o Pró-Cardíaco, Marino deu entrada no hospital pela manhã com insuficiência vascular aguda, que levou à cirurgia, e teve uma parada cardíaca às 19h.
Marino nasceu na Calábria, região da Itália, em 18 de outubro de 1939. Foi para Buenos Aires em 1953, no porão de um navio, aos 12 anos de idade, junto com os pais e cinco irmãos. Em 1962, começou a participar de programas de telecatch na Argentina e no Uruguai. Em 1965, chegou ao Brasil e logo foi contratado pela antiga TV Excelsior.

Conquistou muitos fãs, pois além de lutar e derrotar astros desse esporte, como Verdugo, Rasputim, Barba Negra, Múmia, Ted era o "bonitão".
Ted foi convidado para entrar em um programa humorístico, como companheiro de Wanderley Cardoso, com direção de Wilton Franco.

Wanderley era o ídolo das garotas e Ted também conseguia muitas admiradoras. Wilton Franco escalou também o cantor e
ator Ivon Cury, para dar mais segurança ao texto e o programa fez sucesso. Foi quando foi escalado também um humorista novo, no qual Wilton Franco confiou. Ele se chamava Renato Aragão.
Logo depois, surgiu o quarteto que chegava a 50 e a 60 de ibope. Ted e Aragão estrelaram o filme: "Dois na Lona", em 1968. Aí nasceram "Os Trapalhões".

Ted Boy Marino participou de diversos filmes, entre eles "Os três palhaços e o menino", em 1982, "Os paspalhões em Pinóquio 2000", em 1980. Em 1992, ele esteve no ar em  "Você decide", na TV Globo. Sua última participação na televisão foi na novela "Bang bang", também da Globo, em 2005.

Ted fazia, também na TV Globo, o "Sessão zaz trás". Todas as noites, antes do Jornal Nacional, entrava na novelinha "Orion IV x Ted Boy Marinho" e às terças-feiras, fazia o "Que delícia de show", onde era apresentador de um programa de variedades. Aos sábados era exibido o Telecatch.

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Vejam o novo Robocop

cineasta brasileiro José Padilha, diretor de "Tropa de elite" e "Tropa de elite 2", iniciou a filmagem de sua nova produção, "Robocop", neste sábado (15), em Toronto, no Canadá. Já no começo das filmagens, vazaram as primeiras imagens do visual do personagem. O site ComingSoon divulgou as fotos neste sábado.

O longa é baseado no filme de 1987, escrito por Edward Neumeier e Michael Miner, e tem estreia prevista no Brasil para o dia 13 de agosto de 2013. Nos EUA, deve chegar aos cinemas quatro dias antes.
Josh Zetumer e Nick Schenk assinam o roteiro da nova versão. Lula Carvalho, parceiro de Padilha em "Tropa 1 e 2", assume a direção de fotografia. A produção ainda tem no elenco os atores Joel Kinnaman, Gary Oldman, Michael Keaton e Samuel L. Jackson, além de Abbie Cornish, Jackie Earle Haley, Michael K. Williams, Jay Baruchel, Jennifer Ehle e Marianne Jean-Baptiste. “É muito empolgante pensar que vamos começar as filmagens de "Robocop". Eu tenho um elenco dos sonhos e um time de produção criativa incrível e estamos todos muito dedicados, trabalhando para fazer um filme que não apenas vai existir junto com o primeiro, mas também quebrar barreiras, ser relevante para o público de hoje e que vai se sustentar sozinho”, disse o cineasta.
Robocop" se passa no ano de 2029. Na história, o conglomerado multinacional OmniCorp é o centro da tecnologia robótica. Os drones estão ganhando guerras ao redor do globo e agora eles querem trazer essa tecnologia para as ruas. Alex Murphy é um pai de família e respeitado policial, que trabalha tentando conter a onda de crimes e corrupção na cidade de Detroit. Após ser gravemente ferido, ele tem a vida salva pela tecnologia robótica da OmniCorp. Alex então retorna às ruas de sua cidade com novas habilidades, mas com desafios que fogem da competência de um homem considerado apenas “normal”.





terça-feira, 18 de setembro de 2012

Charlie Massó ex menudo participou do Geração ,vejam os videos

O ex integrante do grupo Menudo, Charlie Massó esteve junto com estrela mirim do momento Fabiana,relembrando carreira e tambem falando de projetos atuais,tambem teve participação de Roy Rosselo(ex menudo ) via skype vejam abaixo as 2 partes da entrevista:

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

O Bozo vem ai!!

Bozo chegou. O comitê artístico do SBT, ao lado da diretora-geral da emissora, Daniela Beyruti, deram o "start" na produção que marca a volta do Bozo ao canal.

Na próxima semana, começa a ser criado o cenário do novo "Show do Bozo", que deve estrear ainda neste ano. Há diretores do canal que defendem que o retorno do palhaço deve ser já em outubro, como parte das comemorações do Dia da Criança.
Assim que o cenário ficar pronto, o SBT vai iniciar a bateria de testes para as vagas de intérprete do personagem. A ideia é recrutar atores e palhaços desconhecidos do grande público.

Candidatos serão garimpados em circos. Assim como o primeiro Bozo, o palhaço deverá ter de dois a três intérpretes contratados.

A volta do Bozo foi acertada pelo SBT no primeiro semestre. A emissora fechou um contrato de dois anos com a Larry Harmon Pictures, dona dos direitos de imagem do personagem.

Além da criação de um novo programa infantil com o palhaço, o acordo prevê também a exibição de várias temporadas do desenho animado do Bozo e o licenciamento de produtos da marca.

Alguns elementos do programa que tanto sucesso fez na emissora nos anos de 1980 serão reaproveitados na nova versão da atração

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Patricia Marx tera participação de seu Jorge no cd de 30 anos de carreira

 

A cantora Patrícia Marx, ex integrante do grupoinfantil "Trem da Alegria", sucesso dos anos 80, comemora 30 anos de carreira. Para celebrar a data, Patrícia, que está com 38 anos, prepara um CD e DVD. O trabalho comemorativo contará com a participação de Seu Jorge em uma das faixas. A gravação deles na música "Espelho d'água" aconteceu semana passada em um estúdio de São Paulo. "Patricia Marx uma figura fantástica, uma pessoa maravilhosa, eu estava esperando por essa moral a muito tempo", disse Seu Jorge

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Street fighter completa aniversario de 25 anos

A mais querida e competitiva das franquias de jogos de luta, Street Fighter, completa 25 anos hoje. Lançado originalmente em 30 de agosto de 1987, o arcade Street Fighter foi criado por Takashi Nishiyama e Hiroshi Matsumoto para a japonesa Capcom.



A primeira versão do game colocava os jogadores no controle de Ryu, um lutador japonês mestre do Ansatsuken, que tinha que enfrentar oponentes de todo o globo em um perigoso campeonato de artes marciais, o World Warrior Tournament. Durante seu treinamento, Ryu conheceu seu melhor amigo e maior rival, Ken Masters. O norte-americano era o personagem que o jogador dois assumia.



O título incluia dez oponentes (Retsu, Gek, Joe, Mike, Lee, Gen, Birdie , Eagle, Adon e Sagat) em cinco países distintos, com o objetivo de enfrentar o grande campeão do WWT, Sagat, o "Imperador do Muay Thai".



O primeiro game da série não obteve grande popularidade, mas introduziu uma série de elementos de jogabilidade que se tornariam padrão não apenas para a franquia, mas para todo o gênero de jogos de luta. O controle usando seis botões, por exemplo, e o uso de golpes especiais baseados em sequências de movimentos e golpes ("meia-lua + soco", etc). O título ganhou versões para os consoles de época e algumas sequências não-oficiais e tentativas frustradas de aproveitar a marca em outros jogos, o que aumentou um pouco sua abrangência - mas o melhor ainda estava por vir...



A dominação de mercado de Street Fighter só veio mais tarde, em 1991, com o lançamento de Street Fighter II. O novo jogo, criado por Akira Nishitani e Akira Yasuda permitia a seleção de oito lutadores (Ryu, Dhalsim, E. Honda, Blanka, Guile, Ken, Chun-Li e Zangief), cada um com seus estilo de luta, golpes específicos e estratégias distintas, o que permitia partidas com uma variedade nunca antes vista em qualquer game de luta. Além dos personagens jogáveis, outros quatro lutadores, controlados pelo computador, serviam como ameaça final a ser derrotada no modo para um jogador: Balrog, Vega, Sagat e M. Bison.



O lançamento mudou os paradigmas do gênero definitivamente e as versões para consoles geraram um fenômeno de vendas e popularidade. Com as técnicas envolvidas e a variedade das partidas, o game também era perfeito para campeonatos, já que permitia embates imprevisíveis.



Era o início de uma franquia bilionária, que atravessou as barreiras dos games - onde inúmeras versões e variações foram lançadas, culminando no atual Super Street Fighter IV Arcade Edition -, chegando também à televisão, quadrinhos, merchandising, livros, RPGs e até ao cinema, com Street Fighter (1994), com Jean-Claude Van Damme (Guile) e Raul Julia (M. Bison), e também o infame Street Fighter: A Lenda de Chun-Li (2009), com Kristin Kreuk no papel principal.





quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Slash conta que ja viu mãe nua com David Bowie

O guitarrista Slash contou que aos oito anos de idade viu sua mãe nua ao lado do cantor David Bowie. Em entrevista a uma rádio na Austrália, Slash contou que a mãe, Ola Hudson, foi a estilista responsável pelas roupas do músico nos anos 70.

“Minha mãe começou a trabalhar com David profissionalmente no início. Tenho certeza que foi assim que começou. Então se transformou em algum tipo de romance misterioso que durou um tempo”, contou o guitarrista a um programa da rádio australiana Triple M.

“Eles estavam sempre juntos. E eu os vi nus uma vez. Tinha muita coisa acontecendo, mas a minha perspectiva era limitada. Pensando agora, eu sei exatamente o que estava acontecendo. Quando lembro do passado e naquela combinação de pessoas, eu só posso imaginar o quão bizarro era tudo aquilo”, afirmou.

Ola Hudson morreu aos 62 anos, em 2009, após uma longa batalha contra um câncer de pulmão. Hudson trabalhou com David Bowie nos anos 70 em seu guarda-roupa no período Thin White Duke, época do disco "Station for Station" e o filme “The Man Who Feel To Earth”. John Lennon, Ringo Starr e Diana Ross também foram clientes de Ola Hudson.

Slash é fruto do casamento da estilista com o artista inglês Anthony Hudson, que criou capas de álbuns de artistas como Neil Young e Joni Mitchell.



segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Geração fara tributo a rock gaucho dos anos 80

Nao percam amanha  (28/8) no Programa Geração um especial sobre o Rock gaucho dos anos 80 no www.uptv.com.br as 21:30 e lembrando que estaremos sorteando mais uma camiseta da hora no programa.

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Assassino de John Lennon tem pedido de sair da cadeia negado

O pedido apresentado pelo homem condenado pelo assassinato de John Lennon, Mark David Chapman, para que fosse decretada sua liberdade após 31 anos de prisão, foi rejeitada pela sétima vez, como informou nesta quinta-feira a Junta de Liberdade Condicional de Nova York, nos Estados Unidos. Agora, Chapman, 57 anos, terá que aguardar dois anos para um novo pedido, depois que três membros da junta encarregada de revisar seu caso o entrevistaram nesta quarta-feira através de videoconferênca. "Apesar seus esforços positivos na prisão sua libertação neste momento solaparia consideravelmente o respeito a lei e levaria a tornar trivial a trágica perda de uma vida causada como resultado de um crime atroz, não provocado, violento, frio e calculado", aponta a decisão da Junta. Lennon foi morto por quatro tiros no dia 8 de dezembro de 1980, na porta de sua casa, no edifício Dakota, situado próximo ao Central Park de Nova York. Pelo crime, Chapman, que na época tinha 25 anos, foi condenado a prisão perpétua acusado de assassinato em segundo grau. Os membros da Junta destacaram o bom comportamento de Chapman, mas lembraram que suas ações demonstraram "cruel indiferença perante a santidade da vida humana". O assassino do músico apresentou histórico de boa conduta na prisão, o que foi avaliado pelos seus julgadores, que ainda verificaram "provas positivas de remorso". "No entanto, a libertação não pode ser aprovada só com base em uma boa conduta e o cumprimento de programas", ressalta a Junta em sua explicação, onde também deixa claro que foi levada em conta a oposição contra a saída dele da prisão. Desde que completou a pena mínima, de 20 anos, Chapman já pediu por sete vezes (uma a cada dois anos) que lhe fosse concedida a liberdade condicional. O que sempre foi negado. O assassino de Lennon está na prisão de Wende, em Nova York, para onde foi enviado em maio passado. Ele estava em um centro correcional, também de segurança máxima, de Attica, no mesmo estado. Na última tentativa de Chapman, a viúva do astro britânico, Yoko Ono, manifestou sua oposição à libertação. Segundo Yoko, a liberdade do assassino poderia representar uma ameaça para sua própria segurança e também para a de sua família.

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Fazem 24 anos anos que Seu Madruga nos deixou

Nascido na Cidade do México em 2 de setembro de 1923. Filho de Rafael Valdés Gómez e Guadalupe Castillo. Na família era conhecido como "Moncho", como todos os filhos do casal tinham seus próprios apelidos.[2]. Quando tinha dois anos, se mudou com a família para Ciudad Juárez em Chihuahua, onde seus irmãos, Germán Valdés "Tin Tán", Manuel Valdés "El Loco", e Antonio Valdés "El Ratón Valdés", começaram a trabalhar como atores. Atuação no cinemaNo início da carreira atuou em pequenos filmes, junto com seus irmãos, e também com papéis nos filmes de Pedro Infante e Cantinflas, famosos comediantes mexicanos dos anos 60.[carece de fontes?] Ramón foi um veterano no cinema, trabalhou em mais de 100 filmes, nos quais destacam-se "Calabacitas tiernas" (1948), "El rey del barrio" (1949), "Soy Charro de Levita" (1949), "La marca del Zorrillo" (1950), "Fuerte, audaz y valiente" (1960) e "El capitán Mantarraya" (1969). Também trabalhou em novelas como "Lupita" (exibida no Brasil pelo SBT em 1985).[carece de fontes?] [editar] Chespirito e os anos de famaEmbora tenha dedicado a maior parte de seu trabalho ao cinema, a carreira de Ramón atingiu seu ápice na TV, com El Chavo del Ocho, que no Brasil passou a se chamar simplesmente de Chaves, por comodidade. Em 1968, Roberto Gómez Bolaños, mais conhecido como Chespirito, o convidou para fazer parte de seu elenco ao lado da atriz María Antonieta de las Nieves (Chiquinha) e Rubén Aguirre (Professor Girafales). Juntos, dão início ao programa Los supergenios de la mesa cuadrada, que em 1970 se transformou em Chespirito e durou até 1973 Em 1971, Chaves estreia e em 1973 é a vez de El Chapulín Colorado. Embora tenha se destacado como Seu Madruga, Ramón Valdés fez várias outras interpretações, como o pirata Alma Negra, Tripa Seca e a paródia aos EUA Super Sam.[carece de fontes?] As pessoas que conviveram com Ramón Valdés afirmam que ele era, além de muito talentoso, uma pessoa de personalidade forte, mas divertida e atenciosa. Roberto Gómez chegou a dizer que ele foi o único comediante que já o fez “morrer de rir”. Afirmação semelhante teria feito Edgar Vivar, o Senhor Barriga. Com o público, dizia-se que Ramón Valdés era sempre muito amável e respeitoso.[carece de fontes?] Em 1979, o ator passou a trabalhar com Carlos Villagrán (Quico), que havia saído um ano antes por divergências com Roberto Gómez. Ambos fizeram várias viagens para apresentar o show Federrico, onde Ramón interpretava Don Moncho, dono de uma loja. Em 1981, no entanto, após vários convites, Ramón Valdés voltou a trabalhar com Roberto, desta vez com o seriado Chespirito, que voltara a ser gravado. Em 1987, trabalhou com Carlos Villagrán no programa ¡Ah que Kiko! (“Kiko” passou a ser usado por Villagrán pelo fato de Roberto Gómez ter os direitos sobre o nome “Quico”), mas não ficou muito tempo, já que também se dedicava ao seu circo. Além disso, seus problemas de saúde se agravaram ao ponto de impedí-lo de trabalhar. Ramón Valdés era amigo de praticamente todos os seus colegas, mas teve especial amizade com três atores de Chaves: Carlos Villagrán, Angelines Fernández e Edgar Vivar Quando Ramón já estava no hospital, já muito mal de saúde, Carlos Villagrán percebeu a situação e, numa atitude digna de bons amigos, disse: “nos vemos lá em cima, no céu”. Ramón respondeu: “não se faça de louco, nos vemos lá embaixo, no inferno”. Edgar Vivar e Valdés eram praticamente vizinhos segundo o próprio Edgar em algumas entrevistas muitas vezes iam para as gravações juntos. Pouco antes de Ramón Valdés falecer Edgar Vivar lhe fez uma visita no hospital e Valdés brincando lhe disse "Senhor Barriga, não poderei mais lhe pagar o aluguel" conta Edgar emocionado ao falar do amigo. No início da década de 1980, um tumor maligno foi descoberto em seu estômago, provavelmente oriundo de outro tumor já existente em seu pulmão, Ramón Valdés era um fumante muito ativo, não largando o vício nem mesmo quando permaneceu internado. Passou a maior parte do tempo dos seus últimos dias sedado no hospital por conta das fortes dores. No dia 9 de agosto de 1988, aos 64 anos de idade, faleceu. No enterro de Ramón, Angelines Fernández permaneceu cerca de duas horas ao lado do caixão, lamentando profundamente a morte do amigo. Durante todo o velório, permaneceu dizendo “mi rorro”, apelido carinhoso que atribuiu a Ramón. Encontra-se sepultado no Mausoleos del Ángel, Cidade do México no México.[3]. Amigos e familiares afirmam que Angelines nunca mais foi a mesma depois desse dia. Descuidou demais de sua saúde e acabou falecendo quase 6 anos depois de Ramón devido a um câncer de pulmão. Nos últimos anos de sua carreira, Valdés dedicou-se a viajar com seu circo por todo o México.

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Novidade: Genius voltara as lojas

Um dos maiores sucessos entre crianças e jovens na década de 80, o brinquedo Genius será relançado este ano e estará à venda a partir de setembro. A fabricante Estrela divulgou a novidade e contou que o produto terá a mesma "cara" do antigo, que chegou a ter 500 mil unidades vendidas entre os anos de 1980 e 1981. O objetivo do jogo, que terá preço sugerido de R$ 129,90, é acompanhar uma sequência de luzes coloridas que o brinquedo emite e repetir a mesma ordem de cores.

sábado, 4 de agosto de 2012

Geração relembra o sucesso de Márcio Greyck

Mineiro de Belo Horizonte, Márcio Greyck é dono de uma das carreiras de maior sucesso no cenário artístico brasileiro como cantor e compositor. Com a canção “Impossível acreditar que perdi você” (da década de 70) alcança uma vendagem de mais de 500 mil cópias, o que para a época em que o mercado de discos era ainda bem menor, foi considerado como um fenômeno de vendas, além de se manter em primeiríssimo lugar por mais de seis meses em todas as paradas pelo Brasil afora. Sucesso comprovado por inúmeros artistas como: Wilson Simonal, Rosana, Gilliard, Perla, Os Vips, João Mineiro e Marciano, Agnaldo Rayol, Trio Esperança, Jerry Adriani, Fernando Mendes, entre outros.Em seguida, uma nova super dose de sucesso com a canção, “O mais importante é o verdadeiro amor”, também primeiro lugar em todas as paradas, e o mesmo acontecendo em seguida com “O infinito” “Quando me lembram você” e “Não sei onde te encontrar” que são sucessos simultâneos desta época em que Márcio Greyck, é um dos artistas que mais atuam na TV, em programas como: Silvio Santos, Chacrinha, Flávio Cavalcante, Bolinha, Raul Gil, Hebe Camargo, Gugu Liberato, Geração 80, Globo de ouro, Fantástico, entre outros. Alem disso tem duas de suas composições gravadas por Roberto Carlos “Tentativa” e “Vivendo por viver” que recentemente, foi também gravada por Zezé di Camargo e Luciano sendo ainda lançada na Itália, como “Vivendo per vivere” em um CD gravado pelo cantor Ralf, Em 1981, o cantor Márcio Greyck volta aos estúdios e grava “Aparências” de (Cury e Fatha) que se torna um novo e grande sucesso em vendas no mundo do disco, lançado também em espanhol em quase todos os países do idioma e também em Portugal.

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

A história dos trapalhões foi contada em nosso programa de web tv



 O programa Geração na tv fez um tributo aos trapalhões o apresentador Ricky Colavitto fez uma linha do tepo pra contar a história do quarteto

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Jaiminho-o carteiro ganha estatua em Tangamandapio

O carteiro Jaime Garabito, um dos personagens de Chaves, ficou famoso pela sua frase: "Só quero evitar a fadiga". Nesta semana, o ator Raul Padilla, intérprete do personagem, ganhou uma estátua na sua cidade natal, o município mexicano de Tangamandápio (sim, a cidade existe mesmo).

Citada pelo personagem Jaiminho, a cidade ganhou notoriedade por conta do seriado criado por Roberto Bolaños e que faz enorme sucesso no Brasil. Segundo Juan Campos González, prefeito da cidade, a estátua é uma maneira da cidade agradecer ao personagem por tornar a cidade tão conhecida.
A estátua em homenagem ao carteiro foi erguida em bronze e tem 1,70 metros de altura. Com custo de R$ 300 mil, está localizada "calle Madero", umas das principais ruas do município mexicano.

terça-feira, 24 de julho de 2012

Atari completa 40 anos de idade

Em 1972 foi lançado o primeiro console de games feito pela Atari: o Pong. Ele era basicamente um jogo de “ping pong” em que duas raquetes (barras retangulares) eram colocadas do lado direito e esquerdo da tela da TV e os jogadores passavam horas e horas rebatendo uma bolinha (quadrado que se movia pela tela) para marcar pontos. Para os padrões gráficos deste século XXI esse jogo era muito rudimentar, mas na época ele entretinha bastante os jovens e famílias inteiras. Em contraposição, hoje, o Microsoft Kinect, permite uma jogabilidade cada vez mais próxima dos movimentos do corpo humano e da instantaneidade dos resultados na tela. Cinco anos depois, em 1977, surgiu o Atari 2600 que foi o primeiro aparelho a estar em milhões de lares ao redor do planeta. Décadas depois os consoles da Nintendo e da Sony seriam outras novidades. O Atari foi muito jogado e hoje ainda é um ícone cultural e social de toda uma geração, tendo em vista a forma como ele se disseminou ao redor do mundo. Depois dos jogos do Atari 2600 a cultura do jogar contra um oponente ficou cada vez mais consolidada. Quem curtiu os jogos do Atari 2600 acesse o site www.atari2600.com.br, dica do Club Alfa para você.

Veja neste vídeo uma compilação de jogos do Atari. .Bom divertimento!

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Ex sonoplasta da Xuxa tenta suicidio

É estável o estado de saúde de Moacil Filgueira Pinto, o DJ My Boy, que está internado no Hospital Rio Mar, no Rio de Janeiro. My Boy – que por mais de 30 anos trabalhou na Globo e ficou famoso como sonoplasta do Xou da Xuxa - está no Centro de Terapia Intensiva do hospital desde a noite de terça-feira, 3.
My Boy teria tentado tirar a própria vida ingerindo chumbinho – um produto clandestino, irregularmente utilizado como raticida. Antes, ele teria enviado um e-mail para a cúpula da emissora em que dizia estar sendo desprezado pela empresa. No momento ele não corre risco de morrer. Além de Xuxa (49), My Boy trabalhou com Chacrinha (1917-1988),Faustão (62), Luciano Huck (40) e Angélica (38).
Conheça My Boy:
Procurada, a Central Globo de Comunicação disse que My Boy encontra-se em licença para tratamento psiquiátrico, e que a emissora está acompanhando o funcionário e dando a ele todo o apoio necessário.
Confira a carta na íntegra:
Minha família; Meus amigos; Gostaria apenas de pedir desculpas não pela covardia, apenas por não suportar mais viver em crise financeira e com injustiça de uma Empresa da qual dediquei metade da minha vida: 31 anos de bons trabalhos realizados…
Hoje por um erro de alguns Diretores com mais de 66 e 75 anos de idade, eles estão afastando quem tem 60 anos de idade da empresa como se 60 anos um ser humano perdesse o conhecimento aprendido durante toda a sua vida profissional.
E como pode eles que já passam dos 60 e chegando a casso dos oitenta (80) podem dirigir esta empresa e chutar um profissional de qualquer maneira sem o mínimo de carinho e humanidade? Estou sofrendo há muito tempo e lutando contra uma forte depressão “criada Pela Globo Participação” Rede Globo – Rio e com muitos traumas de tratamento Psiquiatras, Psicológicos, Hepatite C e Problemas com a visão “.

Com todos os laudos na medicina do trabalho do Projac” onde a cada dia me sinto mais doente e menos forças para lutar sozinho sem que a Rede Globo se preocupe com a minha vida dedicada a ela estes anos todos.
“Pura Covardia, injustiça e falta de humanidade” Nunca foi este o desejo de quem criou a Rede Globo aos 61 anos de Idade ( Gênio e Humano Dr. Roberto Marinho). Se ele hoje estivesse vivo ou o Boni no seu lugar nada disso estaria acontecendo: PURA DESUMANIDADE.
Se era esta a intenção da Rede Globo me levar a loucura e ao suicídio, eles conseguiram; Perdi o controle sobre os meus atos de vida e prazer de ver a vida da maneira que deve ser vista, estou há mais de 03 (três) anos apenas representando um papel que hoje não tenho mais forças para interpretar.
Tenho sofrido sozinho para não preocupar minha família amigos porque todos hoje vivem com suas dificuldades. Apenas hoje estou muito solitário, sozinho e vivo como não estivesse vivendo…. Sei que tirar a vida é um preço muito alto, mais não terei mais telefones tocando me cobrando e tendo que buscar solução com advogados onde tudo é muito lento e durante a minha vida passei por várias injustiças e sempre suportei com dignidade, sei que vou pagar um preço muito alto por esta minha decisão.
Hoje; Perdi as forças coragem e deixo como responsável a Empresa pela qual dei a minha vida, criatividade, dignidade e uma postura profissional e não estou suportando representar que tudo está bem, quando a realidade é outra bem diferente. Peço apenas aqueles que gostam de mim de verdade, que pudessem me entender e apenas rezar muito pela evolução do meu espírito, sei que vou sofrer bastante até o dia do meu resgate espiritual se é que eu mereço!
Gente comecei trabalhar com 14 anos de idade, sofri muito e tudo que eu conseguia, era para fazer outras pessoas felizes pela minha ignorância total de uma criação que eu não tive, e por conta disso estas pessoas nunca deram o Real valor ao grande sacrifico do meu suor. Hoje não posso reclamar e apenas assumir para mim mesmo que FRACASSEI.
Gostaria de deixar aqui registrado que: ” Eu nunca fui feliz na minha vida toda.” Hoje estou doente da pior de todas as doenças; Depressão e falta de amor próprio. Me sinto há muito tempo, um morto vivo que apenas sorri e representa, mais quando chega em casa chora todasas suas lágrimas e não sabe o motivo, Isto não é viver.
Quando vocês estiveram lendo este e-mail saibam; O meu espírito já não esta mais entre nos, apenas uma matéria deitada em sua cama no apartamento que até hoje morei. A porta esta destrancada para não ter problemas. Não quero piedade, apenas compreensão pela minha atitude e não me julguem porque somente eu e Deus sabemos o quanto tenho sofrido… Um detalhe apenas….
O meu estado de espírito e prazer deixou de existir já há três anos que não consigo um respeito, carinho e dedicação da empresa que dei a minha vida e suor para que eu tivesse apenas o mínimo de paz e viver sem dívidas e dignidade pelos trabalhos dignos e honrados que sempre fiz com amor e carinho A Globo Participações Rede Globo – Rio, é a mulher da minha vida que eu nunca pensei em ter que me separar dela, mais tendo consciência que um dia teria que ceder o meu lugar para os mais novos e pelo lado humano tendo um tratamento digno de alguém que dedicou sua vida e honestidade com sua contribuição de 31 anos de trabalhos bem feitos e de sucessos,” todos” tratado como ser humano porque esta era a vontade do seu criador Dr. Roberto Marinho..
Desculpe a minha solidão,tristeza, depressão apenas responsabilizo uma empresa que hoje apenas olha os interesses de seus Diretores e nos que fazemos, somos descartados como um sapato velho, não da para suportar…..É assim que se trata a sua prata da casa quando querem afastar? Mais deixo esta culpa da minha atitude a falta de atenção para empresa que me casei há 31 anos atrás e hoje esta me traindo. Espero pelo menos que a Globo – Rio possa da como último ato, tratamento fúnebre e uma cremação que seria justa como seu grande ato final a mim como pessoa. Que Deus Possa me perdoar em sua infinita misericórdia! Estou saindo da vida por falta de forças e ajuda. Adeus. Moacil Filgueira Pinto My Boy -

domingo, 15 de julho de 2012

Filho de Stallone encontrado morto

Sage Stallone, filho do ator Sylvester Stallone encontrado morto na última sexta-feira (13), não exibia sinais de que estaria usando drogas, segundo George Braunstein, advogado e amigo de Sage. “Ele nem bebia. Foi dito que o quarto dele estava cheio de garrafas vazias, mas era de refrigerante”, disse Braunstein, ao site da revista “People”.
Depois dessas declarações, o site de celebridades "TMZ" publicou notícia questionando a versão do advogado. A notícia diz que fontes policiais deram decarações diferentes.
O "TMZ" afirma que fontes de dentro da polícia disseram ter encontrado latas de cerveja dentro do apartamento de Sage, enquanto Robert Rhine, editor-chefe da revista "Girls and Corpses", teria dito que o filho do ator Sylvester Stallone estava "fora de si" durante uma sessão de fotos que aconteceu em maio em sua casa.
Sage Stallone foi encontrado morto em seu apartamento em Los Angeles na última sexta-feira (13). Inicialmente, sites divulgaram que foram encontradas garrafas de remédio no apartamento do jovem diretor e foi levantada a possibilidade da morte por overdose. Posteriormente, o site TMZ divulgou que a polícia acha provável que a morte tenha sido um acidente.
A confirmação da causa da morte pode demorar semanas para sair, já que exames toxicológicos e uma autópsia têm que ser feitos.
“O Sage era um jovem muito sensível e talentoso. Não existe nenhuma indicação de que tinha alguma coisa errada com sua vida”, afirmou o advogado Braunstein, que trabalhou com Sage durante 15 anos.
Em sua entrevista à “People”, Braunstein também negou as notícias de que Sage estava morto há ao menos três dias antes de seu corpo ter sido encontrado. Segundo o advogado, fotos de Sage em sua casa foram postadas em seu perfil no Facebook apenas 17 horas antes de ter sido encontrado sem vida.
O "TMZ" também nega a informação, dizendo que a polícia considera que Sage estava morto a ao menos três dias, antes de seu corpo ser encontrado.
'Devastado'
A porta-voz do ator Sylvester Stallone disse que ele está "devastado" com a notícia da morte de seu filho. “Ele está devastado e agoniado com a perda repentina de seu filho”, disse Michelle Bega, que representa o ator famoso por sua participação em filmes como “Rocky”, “Rambo” e “Os Mercenários”. “Sua compaixão e seus pensamentos estão com a mãe de Sage, Sacha.”
Fruto de um relacionamento entre Sylvester Stallone e Sasha Czack, Sage era o filho mais velho do ator. “Sage era um jovem muito talentoso e sua perda será sentida para sempre”, disse Bega.
Sage Stallone começou sua carreira de ator em 1990, no filme "Rocky V", em que contracenou com o pai. A parceria se repetiu em “Daylight”, de 1996.

sábado, 30 de junho de 2012

Hoje fazem 24 anos de saudades do velho guerreiro

José Abelardo Barbosa de Medeiros (Surubim, 30 de Setembro de 1917Rio de Janeiro, 30 de Junho de 1988), o Chacrinha, foi um grande comunicador de rádio e o maior nome da televisão no Brasil, como apresentador de programas de auditório, enorme sucesso dos anos 1950 aos 1980. Foi o autor da célebre frase: "Na televisão, nada se cria, tudo se copia"[1]. Em seus programas de televisão, foram revelados para o país inteiro nomes como Roberto Carlos, Perla, Paulo Sérgio e Raul Seixas, entre muitos outros[2][3].
Desde a década de 1970 era chamado de Velho Guerreiro, conforme homenagem feita a ele por Gilberto Gil que assim se referiu a Chacrinha numa conhecida letra de canção que compôs chamada "Aquele Abraço".

Infância

Nasceu em Surubim e aos 10 anos de idade, mudou-se com a família para Campina Grande, na Paraíba. Aos 17, foi estudar no Recife. Começou a cursar faculdade de Medicina em 1936 e, no 3º ano em 1937, teve o seu primeiro contato com o rádio na rádio Clube de Pernambuco ao dar uma palestra sobre alcoolismo. Chacrinha, apesar de sucessivas crises financeiras na família, teve uma infância tranquila.

Início da carreira

Em Recife, ponto de chegada, Chacrinha prosseguiu seus estudos e todos os caminhos pareciam indicar a Faculdade de Medicina para o jovem Abelardo.
Não pretendendo passar um ano inteiro no quartel, falsificou a data de nascimento na cédula de identidade e acabou ingressando no Tiro de Guerra.
Após esta experiência, foi tocar bateria. Dois anos depois de começar seus estudos de medicina, em 1938, caiu nas mãos de colegas já formados que o salvaram de uma apendicite supurada e gangrenada. Ainda convalescente da delicada cirurgia, ele, como percussionista do grupo Bando Acadêmico, decidiu aos 21 anos, viajar, como músico no navio Bagé rumo à Alemanha. Porém, naquele dia estourou a Segunda Guerra Mundial que agitava o mundo em 1939 o fizeram desembarcar na então capital federal, o Rio de Janeiro onde se tornou locutor na Rádio Tupi. Em 1943, lançou na Rádio Fluminense um programa de músicas de Carnaval chamado Rei Momo na Chacrinha, que fez muito sucesso. Passou então a ser conhecido como Abelardo "Chacrinha" Barbosa. Nos anos 1950 comandaria o programa Cassino do Chacrinha, no qual lançou vários sucessos da música brasileira como Estúpido Cupido, de Celly Campelo, e Coração de Luto, do artista gaúcho Teixeirinha. E, no Cassino do Chacrinha, ele fingia, com sons e ruídos, que lá aconteciam enormes festas e lançamentos.

Carreira televisiva

Em 1956 estreou na televisão com o programa Rancho Alegre, na TV Tupi, na qual começou a fazer também a Discoteca do Chacrinha. Em seguida foi para a TV Rio e, em 1970, foi contratado pela Rede Globo. Chegou a fazer dois programas semanais: Buzina do Chacrinha (no qual apresentava calouros, distribuía abacaxis e perguntava "-Vai para o trono, ou não vai?") e Discoteca do Chacrinha. Dois anos depois voltou para a Tupi. Em 1978 transferiu-se para a TV Bandeirantes e, em 1982, retornou à Globo, onde ocorreu a fusão de seus dois programas num só, o Cassino do Chacrinha, que fez grande sucesso nas tardes de sábado.

Frases e bordões

Uma frase sua que era muito citada afirmava que "Na televisão nada se cria, tudo se copia".
Alcançou grande popularidade com os seus programas de calouros, nos quais apresentava-se com roupas engraçadas e espalhafatosas, acionando uma buzina de mão para desclassificar os calouros e empregando um humor debochado, utilizando bordões e expressões que se tornariam populares, como "Teresinha!", "Vocês querem bacalhau?", "Eu vim para confundir, não para explicar!" e "Quem não se comunica, se trumbica!".

Jurados e as "chacretes"

Os jurados ajudavam a criar o clima de farsa, no qual se destacaram Carlos Imperial, Aracy de Almeida, Rogéria, Elke Maravilha e Pedro de Lara, dentre muitos outros. Outro elemento para o sucesso dos programas para TV eram as chacretes - dançarinas profissionais de palco de tv, que faziam coreografias bastante simples e ingênuas para acompanhar as músicas e animar o programa. No início eram conhecidas como as vitaminas do Chacrinha. Além da coreografia ensaiada, as dançarinas recebiam nomes exóticos e chamativos como Rita Cadillac, Índia Amazonense, Fátima Boa Viagem, Suely Pingo de Ouro, Fernanda Terremoto, entre outros.

Cinema

Chacrinha apareceu em filmes brasileiros dos anos 1960 e 1970, geralmente interpretando ele mesmo. No filme Na Onda do Iê-iê-iê, de 1966, ele encena seu programa de calouros "A Hora da Buzina", exibido na TV Excelsior. Dentre os calouros, estavam Paulo Sérgio (como ele mesmo) e Silvio César (que interpretava o personagem César Silva). Chacrinha diz diversos de seus bordões: "Vai para o trono ou não vai?", "Como vai, vai bem? Veio a pé ou veio de trem?", "Cheguei, baixei, saravei". Há também outras frases engraçadas, quando ele diz que "Graças a Deus o programa acabou".

Carnaval e Morte

Anualmente, lançava em seu programa uma marchinha para o Carnaval. Conhecido como Velho Guerreiro, em 1987 foi homenageado pela Escola de Samba carioca Império Serrano com o enredo "Com a boca no mundo - Quem não se comunica se trumbica", foi a única vez que desfilou numa escola de samba, surgiu no último carro alegórico, que reproduzia o cenário de seu programa, rodeado de chacretes, de Russo (seu assistente de palco) e Elke Maravilha.
Em Outubro de 1987 recebeu título de "doutor honoris causa" da Faculdade da Cidade, no Rio.
Seu aniversário de 70 anos foi comemorado em setembro de 1987 com um jantar oferecido em sua homenagem pelo então Presidente da República, José Sarney.
Durante o ano de 1988, já doente, foi substituído em alguns programas por Paulo Silvino. Ao voltar à cena, no mês de junho, comandou a atração com João Kléber, até que pudesse se sentir forte novamente.
Faleceu no dia 30 de junho de 1988 às 23h30 de infarto do miocárdio e insuficiência respiratória (tinha câncer no pulmão) aos 70 anos.
O último programa Cassino do Chacrinha foi ao ar em 2 de julho de 1988.

Curiosidades

Quando o bacalhau encalhou nas Casas da Banha, seu patrocinador na TV Tupi, Chacrinha arrumou um jeito de reverter a situação. Durante o programa, virava-se para o auditório: "Vocês querem bacalhau?", e atirava o peixe para o auditório, onde a plateia disputava a tapa o produto. As vendas explodiram e ele explicou: "Brasileiro adora ganhar um presentinho."

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Mais uma poesia do cantor Byafra em nosso blog

-- EXÉRCITO DO VENTO








Byafra



Vamos lá, exército do vento.

Não abandoneis a utopia,

exército de poetas,

confraria dos loucos,

artistas ou simplesmente sonhadores.

Não abandoneis essa chama

que dizem ser impossível de dar certo.

Não abandoneis essa coisa

que dizem equivaler ao nada.

Acreditem no inacreditável

pois a certeza não existe.

Acreditem na felicidade.

Pois, o que adianta ser bem-sucedido

e carregar nos ombros o fardo da tristeza?

Bando de crianças.

Os fracassados são aqueles

que passaram em branco pela vida,

as mulheres que casaram por interesse

e os homens que venderam sua alma

por um lugar dentro dessa hipócrita sociedade.

Exército do vento,

não acrediteis que o vento sopra apenas de um lado.

Quando o dia amanhece

uma parte da terra fica na escuridão.

Ninguém está livre do infortúnio.

Ninguém é proibido de ser feliz.

Exército do vento,

desfraude o estandarte da utopia

e sejamos hoje mesmo carne e espírito;

sonho e realidade

convivendo dentro do mesmo corpo.



.






sábado, 23 de junho de 2012

Geração relembra a trilha do filme "ultimo americano virgem"



Hoje vamos falar da trilha sonora de um filme que esta completando 30 aninhos de vida !! Não, não... não estou falando de E.T. – O Extra-terrestre (que no ano de 1982 faturou o Oscar de melhor trilha sonora original), mas sim de THE LAST AMERICAN VIRGIN, ou, em português, O ULTIMO AMERICANO VIRGEM.

O filme fala sobre a sexualidade na adolescência e virgindade masculina, e, alem de se campeão de bilheteria foi também muito exibido na televisão brasileira. Nesse filme a trilha sonora é um dos grandes destaques, e algumas faixas e bandas marcaram a década de 80. Na época, o ritmo New Wave estava estourando nos Estados Unidos e Europa, mas, aqui no Brasil, o movimento chegou bem depois disso.
No filme, temos 3 representantes de peso deste estilo : Devo, The Cars e Oingo Boingo. Vindo diretamente de Ohio, a banda Devo, entrou na trilha sonora com a musica Whip It, que marca a fase em que eles usavam chapéus em formato de cone em espiral e fazia parte do álbum Freedom Of Choice, terceiro trabalho e um divisor de águas entre a fase underground e a fase pop eletrônica do grupo. O clipe de Whip It foi exaustivamente exibido pela MTV americana ajudando eles a chegarem ao estrelato.
O The Cars teve a musica Since You´re Gone colocada no disco, mas podemos escutar também, durante o filme, a faixa Shake It Up.
Com Better Luck Next Time, o OINGO BOINGO, é outra banda que inicialmente era um grupo de rock na década de 70 e que depois sob influência da onda New Wave mudou seu estilo também esta no disco.
O LP já começava muito bem, com a romântica OH, NO ! dos Commodores, mas ainda tinha DE DO DO DO DE DA DA DA – The Police, KC & The Sunshine Band e ate U2 !!

Confira as 20 faixas da trilha sonora, lembrando que nem todas entraram no disco.


01 – Oh, No ! – The Commodores

02 – Whip It – Devo

03 - Open Arms – Journey

04 - Keep On Loving You - REO Speedwagon

05 - I Will Follow - U2

06 - I Know What Boys Like - The Waitresses

07 - De Do Do Do, De Da Da Da - The Police

08 - Just Once - James Ingram

09 - Are You Ready For the Sex Girls? - Gleaming Spires

10 - That's the Way (I Like It) - KC and the Sunshine Band

11 - Love Action (I Believe In Love) - Human League

12 - Better Luck Next Time - Oingo Boingo

13 - Since You’re Gone & Shake It Up - The Cars

14 - Besame Mucho & Granada- Fabulous Paraguayas

15 - It Aint Easy Comin' Down – Charlene

16 - When I Find You - Phil Seymour

17 - Zero Hour - The Plimsouls

18 - Teen Angel Eyes - Tommy Tutone

19 - Airwaves - The Fortune Band

20 - In the Flesh - Blondie



quarta-feira, 20 de junho de 2012

Silvio Santos compra o Bozo de novo


O SBT acaba de fechar contrato com a americana Larry Harmon Pictures Corporation para voltar a produzir programas com Bozo, sucesso na emissora nos anos 1980.

O acordo prevê também a exibição do desenho animado do personagem e o licenciamento de produtos da marca.
Assim como as negociações para a nova versão de "Carrossel", foi o próprio Silvio Santos quem fechou o acordo.
Com estreia prevista para o próximo semestre, o programa ainda não tem definido quem será o intérprete do palhaço.
O apresentador Luís Ricardo, um dos que usaram a vestimenta do personagem, ainda trabalha no canal.

A informação é da coluna Outro Canal, assinada por Keila Jimenez e publicada na Folha desta quarta-feira (20).

A íntegra da coluna está disponível para assinantes do jornal e do UOL, empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha